pesquise no blog

terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

INOMINÁVEL OCUPAÇÃO

Centro Cultural Justiça Federal apresenta repertório da companhia carioca Teatro Inominável

Nascida em 2008, dentro do curso de Direção Teatral da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), a companhia Teatro Inominável ocupa, durante os meses de março e abril, o Centro Cultural Justiça Federal, apresentando os trabalhos em repertório e promovendo ações diversas em comemoração aos sete anos de trabalho na cidade do Rio de Janeiro. Em simultâneo à Ocupação no CCJF, uma plataforma online – inominavelocupacao.tumblr.com – desdobrará os sete anos de pesquisa da companhia visando abrir novos caminhos.

De 02 de março a 28 de abril de 2016, a companhia apresentará – às quartas e quintas, sempre às 19h – três criações de seu repertório: a performance O Narrador, que se apresenta na primeira e na última semana da ocupação; quatro semanas da tragédia Sinfonia Sonho e três semanas da comitragédia Vazio é o que não falta, Miranda. Nas palavras do diretor artístico da companhia, Diogo Liberano, atualmente, o nosso repertório é composto por três criações que manifestam quem somos enquanto companhia e quais são os universos que nos interessam, tanto em termos poéticos como em termos éticos. É como se fossem as criações que carregam o DNA do Inominável



Com um histórico de seis criações, além de duas edições da mostra hífen de pesquisa-cena (indicada na categoria especial ao Prêmio Questão de Crítica em 2012), atualmente, a companhia começa a produzir a terceira edição da mostra (prevista para novembro de 2016), bem como está – simultaneamente – desdobrando duas novas criações cênicas: o espetáculo Sob o amor, com direção da inominável Natássia Vello e uma performance solo composta pelo inominável Márcio Machado, intitulada Yellow Bastard, com direção e dramaturgia de Diogo Liberano. Ainda neste 2016, o inominável Diogo Liberano conclui a sua pós-graduação em Artes da Cena (na UFRJ) com uma dissertação sobre a história da companhia, sob orientação da performer e teórica da performance Eleonora Fabião.

Tendo completado sete anos em 29 de dezembro de 2015, a Inominável Ocupação no CCJF é uma maneira de trazer de volta ao Rio dois espetáculos (Sinfonia Sonho e Vazio é o que não falta, Miranda) que não se apresentavam na cidade desde 2013, quando foi realizada uma ocupação em comemoração aos cinco anos da companhia. A performance O Narrador, projeto mais recente, no ano de 2015 estreou no Festival de Curitiba e realizou três temporadas no Rio e uma em São Paulo, além de ter se apresentado em mostras e festivais pelo Brasil. Por esta criação, a companhia foi indicada – pela dramaturgia – aos prêmios Shell e Cesgranrio. Na avaliação da atriz Adassa Martins, integrante da companhia desde a sua formação, o Teatro Inominável nasceu da nossa necessidade de agregar força ao movimento de transformação da nossa realidade, pensar e agir sobre ela. São sete anos de muito trabalho e esperamos ser os primeiros sete de muitos que virão. É a idade da Alice, as cores do arco íris, os pecados capitais, e isso tudo aí. Vamos continuar criando e resistindo a nós mesmos e às certezas e absurdos do mundo, oferecendo contradição, diferença, outros pontos de vista, tentativas, erros e desejos.

Para além das criações que se apresentam, a companhia – sempre interessada na pesquisa e no intercâmbio – promoverá mais duas ações: a Oficina de Cena, Dramaturgia e Performance (de 19 a 21 de abril, de 14h às 17h30) realizará um encontro entre o diretor-dramaturgo Diogo Liberano e o elenco da companhia, para desdobramento – por meio de reflexões e práticas – dos processos de criação do Inominável; e também os Encontros do PTI – Performance e Teatro (Inominável), grupo de estudos da companhia que abrirá ao público (por meio de inscrição prévia), investigações a partir dos tensionamentos entre teatro e performance. A cada encontro do PTI será concebida uma ação performativa a ser realizada na cidade do Rio de Janeiro.

Para acessar informações completas sobre a Inominável Ocupação e também realizar inscrições (tanto para a Oficina de Cena, Dramaturgia e Performance como para os encontros do PTI) escreva para teatroinominavel@gmail.com.

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Teatro Inominável no CANAL CURTA!

o canal curta! convidou o inominável diogo liberano para falar um pouco sobre o trabalho da companhia que, em dezembro de 2015, completou sete anos de idade. confiram abaixo o vídeo e a página do canal curta! no facebook!