pesquise no blog

sábado, 22 de julho de 2017

Oficina de Dramaturgia \\ com Diogo Liberano


Como uma das ações complementares à temporada de estreia de “poderosa vida não orgânica que escapa”, que acontecerá de 04 de agosto a 24 de setembro de 2017 no Centro Cultural Justiça Federal (CCJF), o Teatro Inominável realizará uma OFICINA DE DRAMATURGIA com o diretor artístico e de produção da companhia, Diogo Liberano.




Durante os quatro domingos do mês de agosto, sempre de 14h às 17h na Sala de Cursos do CCJF, Liberano propõe uma investigação sobre dramaturgia junto a uma turma de 15 integrantes. Nos quatro encontros, a partir da dramaturgia de “poderosa vida não orgânica que escapa”, passando pela nova criação da companhia “Yellow Bastard” (que estreia em junho de 2018), se investigará a criação dramatúrgica como um modo de inserir alguma diferença na dita “realidade”. Tal investigação parte de criações da companhia e de estudos que Liberano vem realizando como dramaturgo-coordenador do Núcleo de Dramaturgia Sesi Rio de Janeiro.

Como metodologia da oficina, além da sugestão de leitura de peças teatrais e referências diversas (sobre dramaturgia, filosofia, performance e teatro), também serão propostas atividades para a prática da escrita e para o desenvolvimento de intuições dos que participarem da oficina. Não restrita a escritores nem unicamente a quem pratica a escrita, a oficina estende-se a qualquer um que tenha o interesse em ampliar discussões sobre dramaturgia e expandir a própria noção de dramaturgia.

\\ OFICINA DE DRAMATURGIA COM DIOGO LIBERANO

De 06 a 27 de agosto de 2017
Domingos de 14h às 17h na Sala de Cursos do Centro Cultural Justiça Federal (CCJF)
Avenida Rio Branco, 241 – Centro – Rio de Janeiro/RJ

\\ INSCRIÇÕES

De 21 de julho a 04 de agosto de 2017
Pelo e-mail teatroinominavel@gmail.com
Valor: R$ 200,00 (duzentos reais)

\\ DIOGO LIBERANO

É ator, diretor e dramaturgo graduado em Artes Cênicas – Direção Teatral e Mestre em Performance e Teatro pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). É professor da Faculdade CAL de Artes Cênicas, dramaturgo- coordenador do Núcleo de Dramaturgia SESI Rio de Janeiro e diretor artístico e de produção da companhia carioca Teatro Inominável, junto a qual assina a curadoria e a direção artística da Mostra Hífen de Pesquisa-Cena, Mostra Bienal de Artes da Cena.

Como dramaturgo, dentre quase 30 peças escritas e encenadas, destacam-se: “Sinfonia Sonho” (2011) do Teatro Inominável; “Maravilhoso” (2013) com direção de Inez Viana; “LaborAtorial” (2013) em comemoração aos 25 anos da Cia dos Atores, com direção de Cesar Augusto e Simon Will; “O Narrador” (2014) do Teatro Inominável; “Inquérito” (2015), dramaturgia que integra o espetáculo “Real – Uma Revista Política” grupo Espanca! de Belo Horizonte/MG; “Os Sonhadores” (2016) dirigida por Viniciús Arneiro; e “Janis” (2017), monólogo musical dirigido por Sergio Módena e publicado pela Editora Cobogó.

Por seu trabalho, foi indicado aos principais prêmios de teatro do Rio de Janeiro: Prêmio Shell (em 2015, pela dramaturgia de “O Narrador” e, em 2016, pela de “Os Sonhadores”), Cesgranrio (em 2015, pela dramaturgia de “O Narrador” e pela direção de “A Santa Joana Dos Matadouros”, junto com Marina Vianna e, em 2016, pela dramaturgia de “Os Sonhadores”), APTR (em 2013, pela dramaturgia de “Maravilhoso”) e Questão de Crítica (em 2012, pela direção de “Sinfonia Sonho” e pela curadoria e direção artística da primeira edição da Mostra Hífen de Pesquisa-Cena).

\\ LINK PARA EVENTO NO FACEBOOK
https://goo.gl/EzgC7R

Nenhum comentário:

Postar um comentário